Quando você deixou de ser rascunho?

Aquele momento em que você percebe seu amadurecimento, em que você se sente adulto, responsável e maduro. Momento em que, você mesmo, se percebe outra pessoa, depois das experiências de vida que teve. O momento em que você se diz documento original, e não mais um rascunho se descobrindo a cada dia. A partir deste momento de troca, nos sentimos mais responsáveis por tudo a nossa volta, assim como ficamos mais sensíveis ao que acontece conosco.


A personalidade, caráter e condutas, já formadas, não serão mais apagadas tão facilmente, pois você já passou a ser caneta e não mais lápis. E suas ações sendo tão definitivas quanto uma caneta, demandarão mais responsabilidade em assumir e encarar suas atitudes. E é aí que mora o perigo! Muitas pessoas não sabem lidar com a mudança de deixar de ser lápis e passar a ser caneta. A demanda exigida passa a ser demais, a carga de trabalho, estudo e responsabilidade parece ser impossível. Se preparar para deixar de ser rascunho é algo fundamental para que sejamos um documento original sem rasuras. Cada etapa deve ser feita aos poucos e com reflexões presentes... 💭"Como eu era?" 💭"Como estou agora?" 💭"O que foi marcante ?" 🤔 Parece ser simples, mas lhe afirmo pela prática de vida e de consultório que é tão eficaz quando parece ser simples. Esteja atento aos detalhes. Valorize as experiências. Analise os erros. Aproveite cada oportunidade. Deixe de ser rascunho!

Posts Em Destaque
Posts Recentes